top of page
Buscar
  • Foto do escritorThiago Simões

Hortelã-pimenta: uma bomba de antioxidantes com muitos benefícios para sua saúde

Você sabia que em uma pesquisa realizada em 2010, em Londres, com mais de 3000 alimentos a hortelã-pimenta ficou em segundo lugar entre as ervas com mais antioxidantes?


E você deve estar se perguntando por que não estamos falando da primeira. Bom, a primeira é a folha de uva-de-urso norueguesa seca. Se vocês acharem onde encontrá-la, conte para a gente!


Para que a hortelã é indicada?

Na medicina oriental ela é amplamente usada como descongestionante nasal, antigripal, digestiva e analgésica e é também muito conhecida pelos seus efeitos calmantes e expectorantes.


Mas esses benefícios são comprovados?

Revisões de estudos apontam para evidências de que a bioatividade dessa erva possui propriedades antivirais, fortes ações antioxidantes, antitumorais e potencial antialérgico. Em modelo animal demonstrou um efeito de relaxamento no tecido gastrointestinal, efeitos analgésicos e anestésicos no sistema nervoso central e periférico, ações imunomoduladoras e potencial de quimioprevenção. Estudos em humanos são limitados porém não há relatos de reações adversas embora tenha sido recomendado cuidado para a terapia com óleo de hortelã em pacientes com refluxo, hérnia de hiato ou pedras nos rins.


Como consumir a hortelã?

Na culinária ela é usada no tabule, do Oriente Médio; no pudina dhania indiano; no pho e nos rolinhos do Vietnã. Se quiserem algumas receitas podemos colocar aqui no blog mais tarde.


Sempre que possível, tente adicionar hortelã nas suas receitas de saladas, infusões e bebidas. Aqui na Curumim ela está na nossa kombucha de chá verde e preto. A saborização é feita com o hortelã e o gengibre frescos que ficam em infusão fria por cerca de três dias. Se quer saber o que é kombucha. Tem a explicação lá no "quem somos" do nosso site. Mas muito em breve soltaremos um post contando o que é, e como fazer.


Ela também fica deliciosa se colocada em infusão a frio com folhas secas de hibisco e limão siciliano. É extremamente refrescante, e o hibisco é o primeiro alimento da lista do estudo de Londres que falamos lá em cima.


Lembrem-se que todo chá deve ser tomado de forma equilibrada e caso tenha alguma dúvida, consulte sempre seu médico. Fontes:

* "The Total Antioxidant Content of More Than 3100 Foods, Beverages, Spices, Herbs and Supplements Used Worldwide.” Nutrition Journal [versão eletrônica]. Londres: 2010

* "A review of the bioactivity and potential health benefits of peppermint tea." USDA Human Nutrition Research Center on Aging at Tufts University, 2006

1.620 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page